Publicidade
Publicidade

Conheça tudo sobre o programa social que ajuda milhares de famílias no Brasil! Certamente que você já ouviu falar no Bolsa Família, o programa social do governo para famílias que estão classificadas como na pobreza e na extrema pobreza. Este programa garante um subsídio para que elas se mantenham e mantenham suas famílias. Desenvolvido para ajudar quem mais precisa, o Bolsa Família é uma conquista para desenvolver a população e trazer mais qualidade de vida para todos. 

Se você quer saber todos os detalhes do Bolsa Família, seu funcionamento e como fazer para participar, acompanhe agora nossa matéria e descubra.

O que é o Bolsa Família?

Publicidade

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda, onde as famílias contempladas recebem um subsídio monetário mensal, desde que cumpram determinadas obrigações, como a garantia da frequência escolar dos filhos e a adesão ao calendário de vacinação. Focado nas famílias que enfrentam situações de pobreza e extrema pobreza, o programa estabelece critérios específicos de renda per capita, delimitando o limite de até R$ 145,00 e R$ 77,00 para as categorias mencionadas.

Publicidade

O objetivo principal do programa é focar na melhoria das condições de vida dos núcleos familiares beneficiados.  Para isso, procura trabalhar na redução da pobreza e no combate à desigualdade social, promovendo um senso mais amplo de inclusão social.

Desde sua implementação em 2003, o Bolsa Família tem desempenhado um papel crucial na assistência a famílias necessitadas, ampliando o alcance dos benefícios a mais e mais pessoas.  Além disso, apresenta-se como uma força motriz na luta pela redução da pobreza no âmbito do país, reafirmando a importância da solidariedade social e do fortalecimento das bases econômicas e humanas da nação.

Quais os requisitos para receber o Bolsa Família?

Publicidade

Para acessar os benefícios do Bolsa Família, é necessário que as famílias preencham certos critérios estabelecidos:

  • Ter uma renda mensal per capita que não ultrapasse R$ 145,00 para famílias em situação de pobreza, ou até R$ 77,00 para aquelas em condição de extrema pobreza.
  • Estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Encontrar-se em situação de vulnerabilidade social.
  • Cumprir as condições do programa, como manter os filhos regularmente matriculados na escola, assegurar que estejam em dia com as vacinações e participar de iniciativas de aprimoramento profissional.

Famílias que atendam a esses critérios podem efetuar sua inscrição no Bolsa Família por meio do Cadastro Único. 

Publicidade

Essa ferramenta desempenha um papel essencial ao identificar e qualificar famílias de baixa renda aptas a participarem dos programas sociais do governo federal.

Qual o valor do Bolsa Família 2023?

Em 2023, o Bolsa Família oferece um valor de R$ 600,00 para famílias que possuem até quatro membros e R$ 142,00 por membro adicional para famílias com mais de quatro membros.  Além disso, são concedidos bônus adicionais: R$ 150,00 para cada criança de até seis anos de idade e R$ 50,00 para cada criança ou adolescente entre sete e 17 anos incompletos.

O cálculo do benefício é baseado em três fatores principais: o número total de membros da família, a renda per capita familiar e o nível de vulnerabilidade social em que se encontram.  Essa abordagem visa garantir que famílias em maior necessidade recebam um suporte financeiro adequado.

É importante lembrar que os valores não são cumulativos. Com isso, o máximo que uma família consegue receber são os R$ 600 mensais e o adicional de R$ 150. 

Como fazer o cadastro no Bolsa Família?

Se cadastrar no Bolsa Família é um procedimento composto por etapas fundamentais. A seguir, apresentamos um guia detalhado para realizar o cadastro no programa de forma eficaz:

Avalie a sua Elegibilidade

Antes de iniciar o processo de inscrição, veja se sua família preenche os requisitos do Bolsa Família. Os principais critérios incluem possuir uma renda per capita de até R$ 145,00 para famílias em situação de pobreza e até R$ 77,00 para famílias em situação de extrema pobreza. Adicionalmente, é necessário que a família esteja em uma condição de vulnerabilidade social.

Faça o Cadastro no Cadastro Único

Participar do Bolsa Família exige que a família esteja cadastrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). 

Caso sua família ainda não esteja cadastrada, siga as orientações abaixo:

  • Localize o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. 
  • Dirija-se ao CRAS portando a documentação necessária: RG ou Certidão de Nascimento de todos os membros da família; CPF de todos os integrantes; Comprovante de endereço; Carteira de Trabalho (opcional, mas recomendado); Certidão de casamento ou união estável (opcional, mas recomendado); Comprovantes de renda, caso possuam (tais como holerites, contracheques, extratos bancários etc.).
  • Faça o cadastro diretamente no CRAS

Complete o Cadastro no Bolsa Família

Após o cadastro no CadÚnico, uma equipe especializada revisará as informações fornecidas para determinar se sua família cumpre os critérios do programa. 

Se sua elegibilidade for confirmada, sua família será admitida no Bolsa Família.

Aguarde Aprovação e Recebimento do Benefício

Se sua família for aprovada, você começará a receber o benefício de acordo com as normas estabelecidas pelo programa. 

Essas diretrizes variam conforme o número de membros familiares, a renda per capita e a idade das crianças ou adolescentes presentes. Porém, é necessário ter em mente que a aprovação não é imediata, podendo haver um período de análise e, em alguns casos, a recusa.

Mantenha as Informações Atualizadas

Após a inclusão no Bolsa Família, é vital manter o CadÚnico sempre atualizado. Isso implica em informar qualquer modificação na composição familiar, na renda, no endereço ou em outras informações relevantes. 

Essa atualização pode ser realizada no CRAS ou pelo responsável familiar durante o recebimento do benefício.

Como faço para consultar o Bolsa Família?

Existem várias maneiras simples de verificar informações sobre o Bolsa Família, se você foi aceito no programa e como está sua condição:

  • Aplicativo Bolsa Família: Baixe o aplicativo nas lojas Google Play ou App Store. Com ele, você pode conferir o saldo do benefício, o calendário de pagamentos e mais detalhes sobre o programa.
  • Site do Bolsa Família: Acesse o site oficial para consultar o saldo do benefício, datas de pagamento e outras informações relevantes.
  • Central de Atendimento: A Central de Atendimento funciona 24/7. Ligue para o número 111 ou use o chat no site para esclarecer dúvidas e obter informações sobre o programa.
  • Centro de Referência de Assistência Social (CRAS): O CRAS oferece serviços para famílias de baixa renda. Entre em contato com o CRAS local para receber orientações sobre o Bolsa Família.

Como posso ter acesso ao dinheiro do Bolsa Família?

Você pode fazer o saque do Bolsa família de várias formas:

  1. Cartão do Bolsa Família: Use o cartão de débito para sacar o benefício em caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal ou em lojas parceiras.
  2. Aplicativo Caixa Tem: Baixe o aplicativo Caixa Tem e use o Bolsa Família pelo celular. Você pode fazer pagamentos, saques e tudo mais que precisar. App Store e Google Play

Assim, fica mais fácil acessar e usar o benefício para suas compras necessárias. Cadastre sua família e aguarde a aprovação para aproveitar o Bolsa Família. Com esse programa, você pode ter melhores condições de manter sua família e garantir o seu dinheiro!

Gostou de conhecer? Se inscreva já no Bolsa Família indo ao CRAS mais próximo.

E veja mais dicas de programas sociais em nosso site